terça-feira, 1 de agosto de 2017

Quando a questão é confiar

É complicada a questão da tal confiança!
Para quem gosta de manter tudo sobre controle, confiar em alguém é um desafio quase impossível de se cumprir, uma vez que se confiamos em alguém, deixamos de ter o controle de tudo e passamos a depender de outra pessoa.
Por exemplo, enquanto somente eu tenho um segredo, manter o sigilo é tarefa somente minha. A partir do momento em que confio o segredo a mais uma pessoa, o sigilo foge ao meu controle.
Se há um serviço a ser feito por apenas uma pessoa, a execução da tarefa só depende dela, o que não acontece quando o serviço é "confiado" a mais pessoas, pois sua execução passará a depender da "equipe".
Nos dias atuais, em que a honra, a lealdade, a fidelidade são valores cada vez mais questionáveis, a confiança passa a deixar-nos confusos.
Há pessoas que confiam demasiadamente em todo mundo. São aquelas que falam "vou te contar algo, mas não conte para mais ninguém". Só que a própria pessoa se encarrega de espalhar a notícia "confiando" em todos os que encontram.
Há aqueles que desconfiam da própria sombra. Têm medo de abrir mão de uma informação ou de um serviço que pode não ser feito. E acumulam em si um peso enorme por não extravasar um sentimento, por não compartilhar uma emoção, por não dar conta de um trabalho que é grande demais para uma pessoa só.
A confiança pode trazer em seu rastro a decepção, como escreveu Rogério Pereira: "Sou eu que erro em confiar nas pessoas, ou são as pessoas que erram ao mentir para mim?"
Mas, acima de tudo, não podemos cometer o mais terrível erro, que é deixar de confiar em si mesmo. Se não temos crença em nosso potencial, em nossos sonhos, em nossa competência para alcançar nossos objetivos, nossa vida será frustrada, fria e medíocre.
Assim como diz a escritora Gabi Machado: "Eu preciso praticar o desapego. Preciso confiar menos nas pessoas. E ter mais fé em mim. Preciso me amar em primeiro lugar. E deixar o 'resto', ser apenas o resto. "
Se depositamos nossa confiança em nós mesmos, o universo vai estar a nosso favor. E a participação de outras pessoas em nossos assuntos será algo natural, mas não trará decepção, pois nosso principal foco de confiança somos apenas nós.
Acredite em seu potencial, ponha fé em você mesmo, em suas atitudes.
Confie em mim.