segunda-feira, 13 de março de 2017

Faça Poesia de verdade!

O cantor e compositor Nando Reis está com uma nova música de trabalho, chamada "Eu só posso dizer". Nesta canção, há um trecho assim: "Preferem os cactos/ Que a solidão da noite assista a flor/ Quando se abre."
Não consigo ler ou ouvir este trecho sem imaginar o cacto florindo sob a luz imaculada do luar. E junto com essa imagem, amante da Lua que sou, vem uma enxurrada de sentimentos. Isso é Poesia e era justamente isso que todos nós deveríamos aprender no nosso dia-a-dia.
Estamos vivendo maquinalmente e nos deixamos massificar nas nossas atitudes. A moda nos influencia, seguimos as tendências, imitamos os astros, copiamos tudo, somos todos iguais.
E a Poesia é ser diferente, é fazer a diferença, é despertar nos outros (e em nós mesmos) sentimentos novos, esquecidos, deixados para trás.
Poesia é reviver e reinventar. É motivar e despertar. É colocar cor no cinza.
É ser como Manuel Bandeira:

"E quando eu estiver mais triste
Mas triste de não ter jeito
Quando de noite me der
Vontade de me matar
— Lá sou amigo do rei —
Terei a mulher que eu quero
Na cama que escolherei
Vou-me embora pra Pasárgada."

Ou então ser como Mário Quintana:

"Se as coisas são inatingíveis... ora!
Não é motivo para não querê-las...
Que tristes os caminhos, se não fora
A presença distante das estrelas!"

Ou ser Humberto Gessinger:

"Não procure paz onde paz não há, não procure alguém onde não há ninguém, não procure o céu azul no mar vermelho, não procure outras pessoas no espelho."

Seja sempre você, não se deixe massificar.
Vamos fazer o mundo um lugar melhor, essa é nossa grande e única missão!


2 comentários:

  1. Muito bom PC. A poesia é um caminho suave...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande amigo e poeta Zaga! Um caminho suave apesar das pedras e espinhos!

      Excluir