sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Só comigo

Já se sentiu só mesmo estando em meio a uma enorme multidão?
Parece uma realidade triste, mas quando vejo o que os grandes escreveram, sou obrigado a mudar de opinião.
Fernando Pessoa, por exemplo, disse que "a liberdade é a possibilidade do isolamento. Se te é impossível viver só, nasceste escravo". Então, segundo Pessoa, eu consigo ser livre em meio às tentativas de prisão que me impõem.
De repente, leio Drummond escrevendo: "Há certo gosto em pensar sozinho. É ato individual, como nascer e morrer", o que me prova que estou seguindo o rumo natural da vida.
O que as pessoas não conseguem entender é que há certos assuntos que, por mais que procuremos com quem conversar, somente em nós mesmos é que vamos conseguir encontrar as respostas.
Há momentos em que não precisamos de pessoas que nos julguem, que nos condenem, que nos orientem, e nem mesmo que nos entendam. Não precisamos ter razão. O que precisamos é de alguém que sinta o que sentimos e, como cada pessoa (afora os poetas) não entendem muito de sentimentos alheios, temos de ficar a sós conosco.
Vou citar um exemplo: conheço uma variedade de pessoas que vai me acusar ou fazer mal juízo por eu citar a seguinte frase de Epicuro: "É estupidez pedir aos deuses aquilo que se pode conseguir sozinho". Vão achar que virei politeísta, quando somente citei esta frase para defender a ideia de que preciso agir também em meu benefício, em vez de apenas deixar aos cuidados de meu Deus os tratos a meu respeito.
A verdade liberta, mas quando se entende somente meias verdades, morre-se ou aprisiona-se num lamaçal de ignorância, julgando a outros com base em ideias pré-concebidas e implantadas como verdadeiras.
Não há com quem eu conversar. Simplesmente porque eu só posso conversar comigo. E não porque eu seja melhor que todos. Mas porque somente eu sei entender o que sinto e caberá a mim saber digerir a acre farofa de sentimento + pensamento que se formou em mim.
Só para exemplificar novamente: é claro que NINGUÉM gosta de ir a velórios. Mas somente eu sei o que acontece comigo a exatos três dias depois de eu ir a um. Sei que NINGUÉM gosta de ir a hospitais. Mas somente eu sei o que é não voltar inteiro e deixar metade de sua persona encalacrada nas paredes hospitalares depois de visitar alguém internado.
O texto de hoje até parece complicado. Mas é meu... sou eu resolvendo comigo.