terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Tempo de depressão

Mais um ano caminhando para seu término, festejos natalinos despontando. Luzes, presentes, comida saborosa, presença de familiares e amigos, troca de cartões.
Mas já se perguntou por que esta época gera tanta tristeza, se é repleta de motivos de alegria?
Realmente, o período compreendido entre Finados e Natal é uma época que causa mais tristeza no ser humano, por diversos motivos.
Eu achava que somente eu sentia isso, mas é muito comum o ser humano se entristecer no último quadrimestre dos anos.
Primeiro, por uma questão de estação (outono e inverno) o sol está mais distante da terra, o que dá a sensação de queda de energia. Nossas baterias parecem estar se descarregando com mais rapidez  e fica mais difícil de encontrar forças para realizar tarefas.
Outra causa dessa tristeza são as datas. Na época de Finados, as pessoas se  relembram de amigos e parentes que faleceram. É uma época que também nos faz pensar o quanto somos pequenos, pois de um momento para outro nossos sonhos e atividades podem ser interrompidos por uma doença, por um acidente ou por uma fatalidade.
Hoje temos tantos sonhos, obtivemos tantas conquistas, temos tanto por fazer, e amanhã tudo fica para trás.
O Natal também é uma comemoração triste. Por ser uma festa que costuma reunir a família toda, a cada ano ela tende a relembrar as pessoas que já partiram. O vovô que se vestia de Papai Noel e era a alegria das crianças agora não está mais entre nós. A mamãe que sempre dava o mesmo presente apenas com cor diferente e que todo mundo ria e se divertia. O tio que contava as piadas. As pessoas vão faltando e a sensação de vazio aumenta.
Sendo assim, se você percebeu que está mais triste nesta época, não se preocupe, é normal. Procure realizar atividades que o animem, mantenha-se focado e não deixe a tristeza tomar conta.
E fuja da cama!
Muito cuidado para não nos deixarmos afetar pela tristeza pois, como escreveu Gustave Flaubert: "Cuidado com a tristeza. Ela é um vício".