quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Evite certas pessoas

Ninguém é melhor do que qualquer outra pessoa. Somos todos iguais em nossa constituição.
Contudo, nossa formação, pensamentos e sentimentos variam de pessoa a pessoa e algumas atitudes podem certamente nos fazer mal.
Há alguns tipos de pessoas que devemos evitar. Ainda, temos de nos policiar para não ser um tipo de pessoa a se evitar. Vou descrever alguns:
Primeiro, existe o cara de pau: ele pede ajuda sempre, mas nunca pergunta sequer como foi seu dia. Não está preocupado com você mas sim com o que você pode propiciar a ele.
Tem também o pessimista, um tipo de de pessoa que vai além de questionar, ela só enxerga dificuldades e consegue nos desmotivar por completo.
A pessoa de língua afiada, cujo maior passatempo é falar mal da vida dos outros também deve ser evitada. Se ela fala mal dos outros pelas costas, será que não está neste momento falando de você?
Evite também a pessoa manipuladora, que sempre consegue o que quer. Ela faz elogios, dá presentes, faz carinhos, mas com o único propósito de conseguir algo de você, quer seja um favor, um serviço ou qualquer outra coisa.
A pessoa que explode fácil também não é uma boa companhia, porque não sabemos quando ela pode desabar o mundo inteiro em cima de você.
Ainda existe aquela pessoa tipo juiz, que está sempre com a razão e julgando seus atos e modos.
E, por fim, temos o sádico. Aquele tipo de pessoa que tem prazer na dor alheia. Por motivos óbvios, evite-a.
Conviva com pessoas positivas, que colaborem para sua felicidade e desenvolvimento pessoal.
Que ecoem as palavras de Sigmund Freud: "O caráter de um homem é formado pelas pessoas que escolheu para conviver".