sábado, 15 de outubro de 2016

Quem merece uma lágrima?

Sorrir é uma dádiva que devemos ofertar a todos.
Sorrir para os amigos é sinal de que nos fazem bem e que os queremos sempre em nossa vida.
Sorrir para quem amamos é uma demonstração de que desejamos essa pessoa sempre por perto.
Sorrir para os inimigos é a prova de que eles não nos afetam e que, ao contrário do que eles nos desejam, estamos bem.
Agora, a minha pergunta principal é: para quem devemos chorar?
Estou pensando na frase do fotógrafo e escritor contemporâneo Tuca Neves: "A lágrima é a prova fiel de que dentro da gente bate um sentimento puro e sincero".
É verdade que chorar torna a pessoa mais forte, uma vez que lhe clareia os pensamentos, alivia as tensões e a liberta da vergonha de expor sentimentos negativos, tal como a tristeza.
Contudo, não é qualquer pessoa que merece presenciar nossas lágrimas. Pessoas que se alegram com nossos momentos de entrega, pessoas que ansiaram por ver nossas lágrimas, pessoas que não se dispõem a cessá-las...essas pessoas não merecem que se derrubem pérolas por elas.
Porque lágrimas são como pérolas. A valiosa demonstração de sentimentos é importante demais e somente pessoas especiais merecem presenciar.
Chore, sim, porque é bom. Mas chore somente diante de quem merece, ou chore sozinho.
Ah, e não chore por motivos podres. Chorar por uma desilusão amorosa, não! Chorar por sair de um emprego medíocre? Não! Chorar porque algum infeliz falou palavras duras a você? Claro que não!
Chore porque você acreditou em alguém e se enganou, chore porque você perdeu tempo utilizando seus talentos em um serviço pífio. Chore pela dor de segurar algumas boas respostas e que você engoliu simplesmente para não se rebaixar ao lodo em que outra pessoa estava ao ofendê-lo.
Você é uma pessoa valiosa. Você se ama. Você pode mudar o mundo e precisa estar bem para que isso aconteça.
E não se esqueça do que disse Cazuza: "Ninguém nunca mereceu o meu choro, nem a falta de apetite".